Reflexão sobre a rejeição imediata quanto à Gaby Amarantos cantando Krafwerk
Por Bárbara S. de P. | 27/12/2012

Talvez, de tão traumatizados com a mídia emburrecedora, tenhamos entrado num estado defensivo que nos atrapalha a diferenciar o velho “seja um estúpido” de um saudável “não se leve tão a sério”.

voltar | Blog antigoTextos | Nenhum comentário | | sobre | links



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *